Saiba quais são as responsabilidades das imobiliárias no aluguel de imóveis

Saiba quais são as responsabilidades das imobiliárias no aluguel de imóveis

Quem tem imóveis de aluguel sabe a dor de cabeça que a gestão desses bens pode trazer para o proprietário que pretende alugar sem assistência. Para muitas pessoas, colocar seus imóveis sob a administração de uma imobiliária foi a solução que trouxe a tranquilidade de volta às suas vidas.

Entender o que pode ser esperado da relação entre imobiliária e proprietário é o primeiro passo para quem está pensando em começar a contar com essa ajuda na gestão de seus bens.

Para tanto, neste post vamos falar sobre a responsabilidade das imobiliárias em imóveis destinados à locação. Confira e esclareça suas dúvidas.

Administrar a prospecção de inquilinos

Uma das grandes facilidades obtidas ao colocar o seu imóvel sob a gestão de uma imobiliária é em relação à própria prospecção de inquilinos.

O novo inquilino é encontrado com maior agilidade, uma vez que a imobiliária faz anúncio em diversos portais de imóveis e conta com um banco de dados de potenciais locatários cadastrado em seu sistema.

Oferecer assistência jurídica

Isso inclui uma série de responsabilidades, como sanar todas as dúvidas do proprietário em relação à legislação e aos direitos e deveres de locadores e locatários; redigir um contrato condizente com a lei do inquilinato e, caso uma ação judicial contra o inquilino se faça necessária, oferecer toda a assistência jurídica ao proprietário.

Portanto, contratar uma imobiliária pode ser bastante prático, uma vez que não será necessário contratar advogados para a elaboração do contrato, ou para defender os interesses do proprietário em juízo, caso necessário.

Zelar pela integridade do imóvel

Será responsabilidade da imobiliária zelar pelo bem do proprietário deixado sob sua gestão. Isso engloba a elaboração do relatório de vistoria tanto no começo, como no término do contrato.

Além disso, também ficará sob os cuidados da imobiliária verificar se contas como água, luz, IPTU e condomínio estão sendo mantidas em dia pelo inquilino. O objetivo é evitar que possíveis dívidas deixadas pelo locatário recaiam sobre o proprietário.

Atuar em caso de atraso de aluguel

Uma das situações que mais causa preocupação em proprietários é o atraso das parcelas do aluguel.

Primeiramente, caberá à imobiliária intermediar o acordo entre locador e locatário. Porém, caso os acordos não surtam efeito e os aluguéis continuem atrasando, a imobiliária prestará toda a assistência necessária ao proprietário durante a ação de despejo.

A presença da imobiliária nesta situação serve para direcionar as ações a serem tomadas e proteger o patrimônio do cliente.

Vale ressaltar que não cabe à imobiliária arcar com as parcelas atrasadas de aluguel, a não ser quando esse tipo de compensação estiver prevista no contrato de prestação de serviço.

Intermediar conflitos

Ter uma imobiliária ao seu dispor pode ser muito útil, principalmente para quem tem muitos imóveis alugados. O relacionamento com inquilinos pode se tornar algo desgastante para ambas as partes.

Contar com uma empresa mediando o contrato favorece que os conflitos — que porventura possam surgir da relação de inquilinato — sejam resolvidos de forma amigável. Dessa forma, é possível evitar desgastes no relacionamento com o locatário e, até mesmo, possíveis gastos judiciais.

A principal responsabilidade das imobiliárias é zelar pelo patrimônio do locador como se fosse seu. Se você procura por uma empresa séria e comprometida com seus clientes, entre em contato conosco e veja como podemos lhe ajudar!

Sem comentários

Cancelar