Saiba como avaliar seu imóvel para aluguel e como investir em imóveis

Saiba como avaliar seu imóvel para aluguel e como investir em imóveis

Você sabia que o investimento no mercado imobiliário é um dos favoritos entre os brasileiros? Isso se deve à segurança que esse tipo de aplicação proporciona. Entretanto, antes que de colocar seu imóvel para alugar, é necessário realizar uma avaliação mercadológica com o objetivo de ter a segurança de estar realizando um bom negócio.

Existem vários fatores que deverão ser avaliados a fim de que você possa determinar o valor do aluguel com mais precisão. As imobiliárias e corretores se baseiam basicamente em dois métodos para avaliar os imóveis. Continue a leitura e descubra quais são os métodos mais utilizados.  

Pesquisa de Mercado 

A principal forma de avaliar um imóvel para locação é por meio da pesquisa de mercado. O método envolve avaliar e comparar o preço de imóveis similares com imóvel em questão. Por similares, entende-se aqueles situados em bairros, com características e condições de habitabilidades similares. Os portais imobiliários estão repletos de imóveis com características e condições similares e, por isso, são ótimas ferramentas de comparação. 

Avaliação de Indicadores e Índices de Mercado 

Existem entidades e empresas que coletam informações do mercado imobiliário com o intuito de orientar o público interessado. Estes indicadores são ótimas ferramentas para balizar qualquer avaliação. 

Em Brasília, o SECOVI – DF e o Fipezap emitem importantes informações do mercado de locação e venda do Distrito Federal.

Outros fatores também influenciarão no preço, como pintura nova, armários nos quartos e cozinha e ar- condicionado. Imóveis com estas características adicionais costumam valorizar, em média, 15% no valor locatício.  

O que avaliar antes de fazer o investimento

Apesar de ser considerado seguro, o investimento no mercado imobiliário com o intuito de gerar renda passiva por meio do recebimento de aluguéis merece análise pois, dependendo dos seus objetivos financeiros, esse tipo de aplicação pode não ser o mais indicado para você.

É bom estar ciente que essa categoria de investimento gera retorno a longo prazo. E, pelo fato de possuir baixa liquidez, caso você precise recuperar o recurso alocado por meio de uma venda, esse montante poderá demorar a cair em sua conta.

No entanto, adquirir um imóvel continua sendo um ótimo investimento. A fim de ter mais segurança em sua escolha, analise os fatores a seguir.

Rentabilidade

Sempre que alguém realiza um investimento, seja qual for, a principal meta é obter lucro. Desse modo, é importante você conhecer qual é a rentabilidade que o aluguel do imóvel proporcionará e compará-la com outros tipos de aplicação.

Normalmente, dependendo da região em que a residência se encontra e do seu tipo, a rentabilidade pode variar de 0,4 a 0,5%.  

Riscos de Vacância

Para que você consiga lucrar, é fundamental que seu imóvel esteja alugado. Caso contrário, além do fato de não ter faturamento, você deverá quitar os gastos com a taxa de condomínio, o IPTU e possíveis manutenções.

Dessa maneira, é fundamental analisar a taxa de vacância existente. Esse dado representa a probabilidade de que a propriedade fique vaga e por quanto tempo isso ocorre, sendo que parâmetros como o tipo do imóvel e a região que ele se encontra influenciam nesse índice.

Cálculo do imposto de renda

Outro fator que você deverá analisar antes de fazer um investimento no mercado imobiliário é qual a taxa da alíquota do imposto de renda que deverá ser paga. Esse valor varia de acordo com o faturamento proporcionado pelos aluguéis.

A fim de conseguir taxas mais justas, caso você possua mais de um bem alugado, é bom considerar a criação de uma empresa para gerenciar sua carteira de imóveis. Assim, é possível pagar uma alíquota menor do que a que é paga por pessoas físicas.

Gostou dessas dicas? Assine nossa newsletter e receba outros artigos para conhecer mais sobre o lucrativo mundo do mercado imobiliário!

Sem comentários

Cancelar